comprar brincos

comprar brincos

Comprar brincos, que doce prazer! Escolher a cor, o formato, o brilho, E no olhar já sentir o dinheiro Fugir dos dedos em um estalo.

Mas o que são alguns trocados, Perto da alegria de adornar as orelhas? São pequenas jóias, reluzentes enfeites, Que emolduram a face e a tornam mais bela.

E ao sair pelas ruas, com brincos pendentes, O vento que sopra nos cabelos, Parece sussurrar aos nossos ouvidos A canção de um mundo encantado.

Comprar brincos, um gesto tão simples, Mas que pode fazer toda a diferença, Na forma como nos sentimos, como nos vemos, E como somos vistos pelos outros.

Deixe um comentário